Rua Rodrigo da Fonseca, 103B
1099-074 Lisboa | Portugal
t:    00 351 213 823 131
tm: 00 351 961 042 199

Exposição de Pintura | Inez Wijnhorst | Justino Alves | Mário Rita | Outubro 2011

A Bloco103 inaugura a sua actividade com uma exposição colectiva. Partilhamos o entusiasmo e a coragem do primeiro passo. Como um criador, cumprimos a audácia de correr riscos.Com esta exposição acreditamos no início de uma oportunidade de futuro e na convicção de ser este um tempo de acção, dispondo este projecto à aceitação pública A Bloco103 contém na sua matriz a mais-valia de uma criteriosa selecção de obras e autores. Reunimos gerações distintas. Neles e em cada acto criativo reside o poder de manifestar clarividência. A expressão individual. Uma identidade.

Exposição de Fotografia | Rosa Reis | Susana Paiva | Fevereiro/Março 2012

Primeira exposição de fotografia na Bloco103.Dois nomes. Duas exposições. Rosa Reis e Susana Paiva têm em comum um património construído e estruturado. Sem cedências. As imagens de espaços desabitados, a arquitetura construtiva de Rosa Reis no território da Fundação Champalimaud, contrastam com o olhar noturno e iconográfico de Paris e Barcelona em “Untitled #01″ | a partir de Ceci n’est pas…”, construído pela mão de Susana Paiva.

Exposição de Pintura | Mónica Mindelis | Março/Abril 2012

Primeira exposição individual de uma autora brasileira emergente. Nas palavras de Cláudia Dias: “A obra de Mónica Mindelis é uma exploração singular dos limites da representação das sensações estéticas e onde se destaca pela apropriação e proficiência numa linguagem pictórica com raízes no século XX…A coexistência da pintura e da criação conceptual é evidente e necessária uma vez que Mónica Mindelis tem ainda um trabalho de exploração da forma e da mancha inacabado como é, por natureza, qualquer exploração estética plástica nas mãos de quem não se intimida com limites nem com o percorrer (re)criativo de caminho já por outros trilhado.”

Exposição de Pintura | Vítor Pomar | Junho/Julho 2012

A minha ideia de processo criativo é que é a própria essência do presente, que não apreendemos, de que não temos consciência. E então o que acontece em arte, e na pintura? É um mero reflexo, um muito ligeiro e vago reflexo desta intensidade do presente, da mente, da mente expandida. Portanto isto vai contra muito do que se diz sobre a arte. Por exemplo, a noção de que temos de ter uma relação com a história da arte, e que não podemos fazer nada novo. Novo? O momento presente, a experiência, É novo. É novo a todo o momento. Sessenta vezes um segundo, um instante! Claro que estamos demasiado fracos, demasiado poluídos, e por isso não podemos entrar em contacto com isso muito facilmente. Mas é isso que há a fazer, que é uma coisa a desenvolver.
in Conversa com Hans Ulrich Obrist, realizada a 10 de Dezembro de 2010 para o catálogo da exposição “Nada para fazer nem sítio aonde ir”, CAM, Fundação Calouste Gulbenkian, 2011

Exposição de Pintura | Ana Velez | Inês Norton | Janeiro/Fevereiro 2013

A abrir o ano 2013 e um ciclo de apresentação de novos artistas, uma exposição com duas promissoras autoras. Ana Velez e Inês Norton têm em comum a audácia da juventude e a certeza de um percurso artístico.
Inês Norton
(…) Tomando como ponto de partida, a permissa “We can´t see the trees, because we are lost in the forest.”- Norbert Elias, in The Society of Individuals, a artista debate-se com a relação do individual versus colectivo, tema pouco claro no momento contemporâneo. (…)
Ana Velez
(…) Trabalho essencialmente com o desenho e a pintura, abordando temáticas que giram em torno do conceito de identidade, baseando-me em três conceitos, o lugar, a memória e o corpo, e ressaltando o lugar como contentor da memória e identitário.(…)

Exposição de pintura | Ana Tecedeiro | Tiago Mourão | 21 de Março a 12 de Maio 2013

Sobre ANA TECEDEIRO: “… A memória é um dos elementos fulcrais no trabalho de Ana Tecedeiro, construído por inúmeros registos, que envolvem e evocam o quotidiano…”

Sobre TIAGO MOURÃO: “… Não há nestas pinturas vislumbre de presença humana. A humanidade ou já partiu ou tardará a chegar. O único ser que por ali andou foi o pintor/arquitecto obsessivo e rigoroso…” ‎

Exposição “Cara ou Coroa” | Mónica Mindelis | Sara Maia | 23 de Maio a 29 de Junho 2013

“…Não será isto a pintura? Na minha opinião é. Isto é a pintura. Profundamente expressionista e libertadora do que vai dentro da cabeça da Monica Mindelis. …” Pedro Chorão

“…Sara Maia é mestra no questionar. Utiliza a pintura como um meio narrativo. Confronta-nos na fronteira entre o real e o imaginário. Conhecemos o seu lado visceral, a exposição do absurdo, do insólito, dos recantos negros que manifestam uma crueza que não nos deixa indiferentes. …” Miguel Justino Alves

Exposição Inez Wijnhorst | 11 de Julho a 7 de Setembro 2013

“…As imagens e os objectos aprisionados neste jogo de luz e da sombra, de cor e da forma, aparentam descrever realidades diferentes mas, numa perspectiva mais ampla, remetem todos à uma única verdade.”
Inez Wijnhorst

Exposição Miguel Navas | 20 de Setembro a 2 de Novembro 2013

“…Nestes trabalhos, Miguel Navas aborda a filosofia da paisagem, dos espaços, recriando em actos pictóricos imagens do seu pensamento. Encontramo-nos e confrontamo-nos com elementos arquitectónicos, com a gestão criteriosa da forma e cor, com os espaços e sempre, mas sempre, com uma práxis que, sendo pessoal e única, tem um cunho eterno.”
Miguel Justino Alves

Comments are closed.